Tags

, , , ,

A última Assembléia Escoteira do Rio Grande do Sul elegeu grande número de jovens, tanto para serem os representantes do Movimento Escoteiro Gaúcho na Assembléia Nacional, quanto a indicação da candidata do RS ao Conselho de Administração Nacional.

Seria este o sinal de que abrimos as portas para o futuro? Acredito sinceramente que sim.

Estes resultados positivos, com a participação crescente de jovens qualificados, nos dá a clara demonstração de que não precisamos de cotas para jovens em cargos diretivos ou importantes do Escotismo, como foi proposto (e rejeitado) durante a última Conferência Escoteira Mundial, realizada em Curitiba.

Precisamos, obrigatoriamente, trabalhar em prol da qualificação das nossas crianças e jovens do Movimento Escoteiro. Com isso, eles crescerão num dos melhores ambientes para formação de líderes e serão capazes de caminhar com suas próprias pernas (como disse Caio Viana Martins) por diversos e diferentes caminhos durante suas vidas.

Estes serão os Líderes da Inovação e não por acaso.

Serão capazes de fazê-lo, pois, terão a tranquilidade e a certeza de estarem fazendo seu Melhor Possível sempre.

A nós (mais experientes) fica a tarefa de mostrar o “caminho das pedras”, porém, conscientes de que eles estão no Escotismo para que possam aprender fazendo, através do desenvolvimento pessoal e respeitando as individualidades.

Deste modo, o Movimento Escoteiro parecerá, a estes jovens e líderes, cada vez mais atraente e desafiante. O resultado: crescimento com qualidade!

Esta é a certeza, este é o caminho para o futuro do Movimento Escoteiro.

Anúncios