Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Baden-Powell dizia que a vida era um jogo, para ser jogado com ‘escrupulosa justiça’. Segundo B-P, com este agir, no final da vida, cada um seria capaz de saber que tinha feito o melhor de si, na certeza de ter gasto sua vida, pelo menos parcialmente, procurando fazer os outros felizes.

Considerando esta visão do nosso fundador quero voltar a abordar o Plano Regional 2011-2014, especialmente aquele detalhado no post Um novo acordo para crescer – primeiros objetivos, pois, afinal, todos os Escotistas da Região Escoteira Interamericana devem estar empenhados na obtenção dos melhores resultados deste Plano.

Será com este empenho que teremos um reflexo positivo direto na qualificação do Movimento Escoteiro nas Américas. E o início será, sem dúvida, pelo incremento da qualidade no Grupo Escoteiro.

Isto pois, cada um dos educadores que atuam nos Grupos Escoteiros são responsáveis pelo incremento da qualidade educativa na aplicação do Programa de Jovens. Portanto, será destes Escotista a responsabilidade pela correta aplicação do programa educativo, como já havia comentado no post anteriormente publicado.

Pela minha ótica, parece importante definirmos as duas palavras antes destacadas (qualidade e educativa), para que saibamos para qual lado está o Norte.

Segundo o Dicionário Houaiss: Qualidade quer dizer superioridade, excelência; Educativo se refere àquilo que contribui para a educação. Ao buscarmos a definição de Educação, temos que esta se refere ao processo para o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano.

Há, como visto, grande proximidade entre a definição de educação e os valores do Movimento Escoteiro. Isto não é por acaso, afinal, a causa do Movimento Escoteiro é Educação para a vida.

Porém, voltamos à pergunta que dá título a este post: Como incrementar a qualidade educativa da aplicação do Programa de Jovens?

Entendo que o caminho passa pela reflexão sobre como eu (Escotista) poderei buscar a superioridade ou excelência do Programa de Jovens, de forma a contribuir para o processo educativo das nossas crianças e jovens.

O resultado desta reflexão deve mostrar que o incremento qualitativo depende de sólidas bases. Portanto, o grau de conhecimento e entendimento do Programa de Jovens será proporcional à qualidade que pretendemos aplicar.

Explico: o educador somente poderá transmitir aquilo que efetivamente detém. Por isso, todo Escotista deve saber (e muito bem) o que significa o Programa de Jovens, quais são seus reflexos, de acordo com a faixa etária do jovem e respeitando a individualidade de cada um; quais são os Fundamentos, os Princípios e o Propósito do Movimento Escoteiro.

Devemos (todos os educadores do Movimento Escoteiro) ter um entendimento seguro e concreto sobre estes temas. Não estou falando de filosofias ou abstrações, mas de conhecimento concreto sobre como funciona a educação por meio do Escotismo. Devemos, ainda, estar cientes sobre nosso papel (fundamental) na concretização dos objetivos propostos pelo nosso fundador em seu método educativo inovador.

Por fim (e voltando ao começo), o Movimento Escoteiro deve ser apresentado às crianças e jovens como um jogo. Não algo estático ou, pior, como uma simples competição.

Este jogo deve conter uma estrutura diferente, capaz de englobar atividades criativas e variadas, desafiantes e provocantes a ponto de que as crianças e jovens queiram viver intensamente a aventura da juventude com alegria, fraternidade e serviço ao próximo, objetivando, em última análise, a construção de um mundo mais justo e humano. 

Esta transformação criativa (que também pode ser descrita como qualificação educativa) deve ser capaz de movimentar nossas crianças e jovens, tirando-os da comodidade e inércia da vida moderna, na qual tudo é previsto e calculado.

Assim, seremos uma ferramenta no desenvolvimento de suas vidas, para, cotidianamente e com criatividade, que eles possam superar pequenas adversidades, trabalhar em equipe, espelhando-se num líder (positivo) dentre os seus iguais, seguros de que as virtudes partilhadas no Escotismo são aquelas que, efetivamente, farão a diferença em suas vidas. 

Acredito que este é o verdadeiro incremento da qualidade educativa que trará reflexos diretos na aplicação do Programa de Jovens e modificações significativas ao Movimento Escoteiro.

Anúncios