Tags

, , , , ,

Cadê as coisas na minha mochila?

Aproveitando que estamos às prévias do nosso acampamento (2º Distrito de POA), quero falar de um assunto que gera muitas perguntas para os escoteiros mais novos e aproveito para deixar algumas dicas para aqueles que já têm alguma experiência.

Para arrumarmos nossa mochila temos que saber o tipo de atividade e o tempo de duração, pois isso determinará o tamanho da mochila, a quantidade de roupas e o que levar.

Se for uma excursão ou bivaque (sem pernoite), use uma mochila pequena com capacidade aproximada de 35 litros, levando no máximo um conjunto de roupa caso seja necessária a troca, um agasalho, além do cantil, boné, protetor solar e algum lanche. Não leve nada além do necessário, por isso avalie o tipo de atividade, se terá caminhada não leve nada excessivo para evitar peso na mochila e aumentar o esforço, no caso de atividades aquáticas deve lembrar-se de levar toalha e roupa de banho e se for uma caminhada na mata leve repelente de insetos.

Agora se for acampar ou acantonar, use uma mochila que acomode de forma confortável todo o material de acordo com a duração, para um acampamento ou acantonamento de uma noite use uma mochila com pelo menos 60 litros de capacidade. Na mochila tem que caber um conjunto de roupas, com bermuda, calça, uma ou duas camisetas e casaco, também dois pares de meias e cuecas ou calcinhas e sutiã. Se sua tropa fará jogo noturno, leve um conjunto na cor preta ou mais escura possível, isso ajudará se o jogo pedir discrição e camuflagem. Junto com tudo isso ainda terá de acomodar também o material básico.

O material básico que deve ser levado independente do tempo acampado ou acantonado é:

  • Saco de dormir,
  • Isolante térmico,
  • Lanterna com as pilhas separadas,
  • Toalha de rosto e de banho,
  • Roupa de banho (sunga, calção, maiô ou biquíni),
  • Sabonete e xampu,
  • Desodorante,
  • Escova e creme dental,
  • Par de tênis extra e chinelo,
  • Cantil,
  • “Máquina de comer”, com colher, faca, garfo, prato e copo plástico ou alumínio (para não quebrar).
  • Itens que poderá precisar durante um acampamento: câmera fotográfica, canivete, fósforos, agulha e linhas, bússola, papel e lápis, pilhas extras, papel higiênico, repelente e protetor solar.
  • Separe o material em sacolinhas bem fechadas e de forma organizada e que fique fácil de achar, isso impedirá que em caso de chuva não molhe seu material, ou se algo vazar não suje as roupas.
  • Acomode o que for mais macio no lado que faz contato com as costas.
  • Leve sacolas extras para colocar o lixo e roupas sujas.
  • Enrole as roupas para evitar que amassem.
  • Coloque o que for mais pesado na parte mais abaixo da mochila.
  • Verifique o material uma semana antes e comece a preparar a mochila pelo menos dois dias antes, pois se precisar comprar ou reparar algo, que isso seja feito com antecedência. Não deixe para última hora ou poderá esquecer algo e descobrir que está rasgado, danificado ou sem pilhas.
  • Agora, antes de colocar na mochila separe cada item em cima da cama, faça uma lista e marque os que vão sendo guardados, se você está em dúvida se deve levar algo é porque provavelmente não deverá levar, então pense bem antes de colocar na mochila.

Evite:

Levar remédios, se precisar tomar algum ou está em tratamento, este deverá ser entregue para o chefe com a receita e recomendações;
Itens de vidro ou quebráveis, sabemos que durante o trajeto a mochila poderá bater, cair e sacudir, isso acabará quebrando qualquer coisa dentro dela;
Aparelhos eletrônicos, celulares e tocadores de música, por serem objetos de valor elevado, se perdidos durante a atividade poderão causar bastante transtorno, se levar entregue para o chefe e ele guardará para você até o término da atividade;
Levar líquidos inflamáveis e explosivos (spray), leve repelente líquido e desodorante tipo bastão ou roll-on, pois se expostos ao calor do sol não têm risco de explodirem dentro da sua mochila ou barraca;
Doces, salgadinhos ou qualquer outro tipo de “contrabando”, eles descontrolam a alimentação, podem gerar conflitos entre os elementos, além de atrair para a barraca formigas e outros visitantes indesejáveis;
Itens pendurados na mochila, pois atrapalham para carregar e no trajeto podem se soltar.
Lembre-se: O escoteiro tem que ser capaz de carregar sua própria mochila, por isso, quanto menos peso e menos volume, melhor.

Agora é só colocar nas costas, ajustar para maior conforto e partir para a atividade.

Se tiveres algo acrescentar ou sugerir o próximo assunto, por favor, comente.

Sempre alerta!

Anúncios