Conquistando especialidades

Alguns jovens (lobinhos, escoteiros, seniores ou guias), principalmente os novatos, não conhecem os distintivos de especialidades e a facilidade de conquistar um grande número delas, por isso darei algumas breves explanações e dicas. E para os escotistas seguem algumas dicas para facilitar e estimular tais conquistas.
Primeiramente vou explicar para quem desconhece, os distintivos de especialidades são divididos em Ramos de Conhecimentos, são estes: Ciência e Tecnologia, Cultura, Desportos, Serviços e Habilidades Escoteiras e cada uma pode ser conquistada nos níveis um, dois e três, sendo identificados pelas cores amarela, verde e grená respectivamente.

O distintivo é apresentado em formato sextavado de 4 cm de largura, com o nome da especialidade no topo e marca d’água do símbolo do Ramo de Conhecimento.
Todas as etapas de cada especialidade são encontradas no Guia de Especialidades, são dispostas em número múltiplo de três, e para cada nível é necessário o cumprimento de um terço do total (ex. se a especialidade possui 12 itens, para nível um devem ser cumpridos pelo menos 4, para nível 2 devem ser feitos 8 itens e todas as etapas para conquista do nível 3).

Nada impede o jovem de realizar as etapas faltantes para os níveis superiores de depois de recebida uma especialidade em um nível inicial.

Se você é um lobinho(a), escoteiro(a), sênior ou guia e está começando a sua busca por insígnias ou quer aumentar ainda mais o número delas, aqui vão algumas dicas:

  • Consulte o Guia de Especialidades e faça uma lista com todas que tem interesse de aprender e habilidades que deseja adquirir, não esquecendo as que são obrigatórias para os distintivos de Cruzeiro-do-Sul, Lis-de-Ouro e Escoteiro da Pátria. Se não puder comprar o Guia, consulte na internet, pois ele está disponível para download ou procure na biblioteca de seu Grupo;
  • Apresente sua lista para seu chefe e pergunte se tem previsão de fazer alguma nos próximos meses, e se é possível reservar um tempo para apresentá-las, lembre-se que o Examinador não precisa ser o seu chefe, mas pode ser alguém especializado que queira te ajudar (desde que autorizado pelo seu chefe);
  • Estude sobre o assunto a ser apresentado e esteja certo que está preparado para ser examinado e realizar os itens, pois o objetivo é que o conhecimento adquirido aumente, ampliando o seu aprendizado;
    Incomode o seu chefe, lembre-o sempre que puder que você tem interesse em alguma especialidade e já está pronto para cumprir as etapas;
  • Agora se você tem interesse em um assunto que não encontrou no Guia de Especialidades, você pode criar uma especialidade seguindo as instruções no guia;

“Quando você decide conquistar uma Especialidade é porque está disposto a reunir informações sobre um determinado assunto (aprender), a pôr em prática algumas habilidades relacionadas com o tema (fazer) e a prestar algum serviço onde possa aplicar esses conhecimentos e habilidades (servir).” – trecho do Guia de Especialidades.

Além disso, o que os Escotistas devem saber para que os jovens recebam tais insígnias?

  • Primeiramente, que os chefes da Alcatéia ou Tropas não precisam saber de todos os assuntos de todas as Especialidades, e sim que podem e devem pedir apoio para quem já tenha tal conhecimento, sendo este dentro ou fora do Movimento Escoteiro. Solicitando, por exemplo, para um enfermeiro ou paramédico instruir para as etapas de “Primeiros Socorros”, por exemplo;
  • Os chefes também têm sempre que estimular a busca pelo conhecimento “extra-movimento escoteiro”, sendo os temas das especialidades os mais variados, é possível que cada jovem busque naquela que tenha mais identificação um maior aprofundamento no assunto;
  • Promovam atividades voltadas para o cumprimento de algumas etapas específicas, como um passeio ao Jardim Botânico, visita a um museu ou empresa do ramo da especialidade, também atividades em que as etapas serão realizadas em coletivo, como as de Sapador, Cozinheiro, Almoxarife. São exemplos mais simples, mas existem mais de 100 especialidades e saber as etapas de cada uma pode ajudar na elaboração de ótimas atividades;
  • Reserve um tempo para dar atenção a isso. A conquista de uma insígnia para o jovem é um forte estimulante e deve ser aproveitado. E use um momento junto com todo o grupo (ao hastear a bandeira por exemplo) para entrega dos distintivos e certificados, dando o valor merecido a esta conquista.

Tenha em mente que as Especialidades têm como objetivo ser o ponto de partida no exercício de habilidades e desenvolvimento de novas aptidões, motivando o aprofundamento e exploração dos interesses, consequentemente ajudando-o a preparar os jovens para o Movimento Escoteiro assim como para a vida.

 

Encontrará o Guia de Especialidades para download em http://www.arnofriedrich.org.br

Anúncios