Tags

, , , , , , , , , ,

Segurança no uso do canivete e ferramentas de corte

Instrumentos de corte foram as primeiras ferramentas criadas pelo homem primitivo e são sempre de grande utilidade para nós tanto na cidade como no campo, em acampamentos. É sempre bom ter um canivete a mão como eu disse na primeira postagem. Não ande pela cidade com uma faca ou facão pendurado na cintura, além de ser proibido é perigoso para você e as pessoas ao seu redor, no máximo ande com um canivete no estojo.

Para o uso adequado é necessário seguir algumas “regras” de segurança e manuseio, aplicáveis a qualquer ferramenta de corte (entende-se como ferramenta de corte sendo faca, canivete, facão, machado, machadinha e serra).

Mantenha seu material protegido, ao guardá-lo evite deixar exposto à umidade e sem sua capa e sem usar algum óleo antiferrugem. O maior inimigo de uma ferramenta de metal é a oxidação, faz perder o fio facilmente e a deixa mais frágil, diminuindo sua vida útil e pode causar acidentes. É recomendado que seja feito o seguinte: após cada utilização deve ser completamente limpo, aplicada uma fina camada de óleo (recomendo WD40 ou similar) na parte metálica, então enrolado em uma folha de jornal e guardado na bainha original.

Quando for utilizar novamente verifique a integridade, se o cabo não está solto e se a lâmina não apresenta oxidação ou dentes no fio. Caso necessário faça a manutenção, troque o cabo, faça o polimento do aço com uma lixa para metais bem fina e não se esqueça de manter a lâmina sempre afiada. Pois a falta de fio torna o manuseio mais perigoso.

Caso você leitor (escoteiro), não tenha experiência peça ajuda ao seu chefe, ele irá lhe ensinar com detalhes.

Na questão de segurança, é preciso frisar que ferramentas de corte podem causar ferimentos graves, que dependendo do local atingido podem causar a morte em poucos minutos. Portanto, somente quem tem treinamento e experiência podem usar tais ferramentas.

Lembre-se:

  • Transporte canivetes sempre dobrados, facas e facões em suas respectivas bainhas, não corra e tenha cuidado com o percurso;
  • Não abandone suas ferramentas, não as esqueça largadas em qualquer lugar. Deixe sempre bem organizado o canto do lenhador, guarde tudo protegido do sereno e da chuva para evitar umidade;
  • Ao passar para outra pessoa segure pela lâmina com o fio voltado para o lado contrário da palma da mão, solte somente quando tiver certeza que o outro está segurando firmemente.

Lembrem-se, ferramentas não são brinquedos e até o melhor dos lenhadores deve parar para afiar seu machado. #ficadica

Este tema foi sugerido por um leitor do blog, para complementar a minha primeira participação “O escoteiro e seu canivete”, pois, de nada adianta ter uma ferramenta e não saber utilizá-la corretamente. Siga o exemplo e sugira o tema da próxima semana.

Sempre Alerta!

Anúncios