Tags

, , , , , , , , , , , ,

Tenho lido alguns textos sobre educação e, pelo que tenho entendido, vários pedagogos afirmam que o mundo atual exige novas habilidades e atitudes dos indivíduos. Esta mudança de perspectiva fez com que as novas tecnologias da informação e comunicação favorecessem a adoção de outra postura frente ao processo de ensino-aprendizagem. 1266Isso significa que a criança ou adolescente já não se satisfazem mais com a informação transmitida pelas escolas (na clássica figura do professor como o dono do conhecimento). A mudança de paradigma tem a ver com a construção do conhecimento pelos próprios alunos, que é uma realidade cada vez mais frequente. Neste caminho, o Movimento Escoteiro auxilia na formação de crianças e jovens críticos e participativos, que sabem trabalhar em equipe e, para quem, a cooperação é uma realidade. Baden-Powell disse que “o Escotismo é uma escola de cidadania”. Muitos dos adolescentes Escoteiro conseguem ter consciência do seu papel nas mudanças sociais. Isso faz com que desperte, neles, o cidadão responsável e preocupado com a construção de um mundo melhor. Os Escoteiros, cada vez mais, estão preparados para a reflexão, o pensamento, a busca de solução aos problemas e questões atuais. E, neste panorama, o Ciclo de Programa constitui-se numa ferramenta que, bem aplicada, auxilia a tarefa do educador escoteiro. Há muito tempo o Movimento Escoteiro é mais do que simples técnicas mateiras ou escoteiras. Há muito, não podemos nos limitar nem limitar os jovens. E para que possamos alcançar os níveis de excelência em educação, o Escotista deve avançar, evoluir, aprimorar-se, não se limitando aos cursos escoteiros de formação. Se os jovens buscam mais, quem pode oferecer? Aquele que melhor qualificação como educador tem. As novas habilidades e atitudes das crianças e jovens devem ser muito bem exploradas, para que possamos continuar sendo uma escola de cidadania e seguir avançando na busca de um mundo, efetivamente, melhor.   no_direito

Anúncios