Tags

, , , , , ,

Alguém já sonhou em ser um Chef de cozinha, daqueles cujos pratos são tão famosos que as pessoas fazem fila na frente do restaurante?cooker

Imagino que muitos podem ter pensado nisso. E é capaz que alguns dos nossos jovens pensem em ser um destes Chefs quando crescer.

O que podemos dizer a eles?

Que basta seguir ao pé da letra as receitas, colocando, milimetricamente, os ingredientes na ordem determinada e, com isso, terão nas mãos os melhores pratos do mundo. Lógico que não!

Um Chef se faz muito mais com o coração, com o feeling, com a criatividade do que com lições ou fórmulas prontas. E arrisco-me a dizer que, dificilmente, algum deles segue a receita de outros, sem colocar o seu toque pessoal.

O Chefe Escoteiro também é assim, não se faz com receitas prontas, com fórmulas de atividades que podem ser utilizadas por qualquer um, em qualquer lugar.

Ele deve ter o amor pelo Escotismo em seu coração, ser capaz de inspirar, de liderar as crianças e jovens no Grupo Escoteiro. O verdadeiro Chefe Escoteiro deve ter uma linha de conduta exemplar e seus atos devem corresponder com os ideais éticos e os valores almejados para todos e por todos os cidadãos, homens de bem.

Chefe Escoteiro Salva-VidasIsto quer dizer que o Escotista não precisa fazer os cursos, nem ler os livros e manuais? Que não precisa instruir-se para fazer o melhor trabalho com as crianças e jovens do Movimento Escoteiro?

Claro que não!

Mas ele não pode apoiar-se em fórmulas prontas, em “receitas de bolo pronto” ou no “aprenda a ser Chefe em 5 lições”.

Ser Escotista é amar o que faz, é preocupar-se com a educação de cada uma das crianças e jovens (individualmente), é trabalhar arduamente para deixar o mundo um pouco melhor, é saber que pode ser seguido com tranquilidade, pois seus gestos corresponde a sua fala, que é tido como um bom exemplo de vida!

Na minha opinião, sincera, algumas pessoas nasceram para ser Escoteiras, tal como uns nasceram para ser Chefs de cozinha. E outros… bom, podem cozinhar bem!

Resta dar-se conta disto e, se não for que queremos, temos que ser honestos conosco, mas, mais importante ainda, com o futuro das nossas crianças.

Anúncios