Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

Nos dias 26 e 27 de outubro tive a oportunidade de participar de mais uma Reunião do Conselho Consultivo dos Escoteiros do Brasil, representando a Região do Rio Grande do Sul.

Relatei minhas impressões pelo nosso site regional (http://www.escoteirosrs.org.br/index.php?option=noticia&Itemid=17&task=detalhe&id=2437).

Cons Consultivo

Neste final de semana, tive a oportunidade de participar da abertura do 34° Mutirão Regional Pioneiro, na Escola Municipal Vereador Carlos Pessoa de Brum, no bairro Restinga, em Porto Alegre/RS.

Os dois fóruns são diferentes, sem dúvida. Um serve para debater e compartilhar boas práticas entre as Diretorias Regionais, propor recomendações ou encaminhamentos ao Conselho de Administração Nacional ou a Diretoria Executiva Nacional objetivando um melhor resultado ao Escotismo em todo o país.

O outro, para que os Pioneiros possam colocar em prática o seu lema, por meio de atividades sociais, comunitárias e, muitas vezes, ações de cunho ecológico. Acontece há muitos anos, semestralmente, e leva um pouco de conforto e algumas melhorias para a comunidade por onde passa.

Você deve estar se perguntando qual a ligação entre a Reunião do Conselho Consultivo e o Mutirão Regional Pioneiro?

Explico!

Em ambas temos o Movimento Escoteiro organizando-se para crescer com qualidade; criando um mundo melhor a partir de ações efetivas de melhoria nas comunidades onde estamos inseridos; atuando como fator de modificação social, no nível local (Mutirão) e Nacional (Conselho Consultivo).

O Movimento Escoteiro Brasileiro não pode ser imaginado longe da realidade que o cerca. Deve estar adequado ao contexto político, social e cultural, no micro e no macro. Deve interagir não apenas com o publico interno, mas levar nossos princípios ao maior número de crianças e jovens possível, fazendo com que eles possam atingir o pleno desenvolvimento físico, moral e intelectual, por meio do Método Escoteiro.

O Movimento Escoteiro Brasileiro deve preparar nossos jovens-adultos, qualificando-os cada vez mais. São eles que vivenciaram o Método na prática e estão (ou estarão em pouco tempo) aptos a levarem o Escotismo adiante, buscando ultrapassar limites que antes eram impensáveis, na terra brasilis.

Agentes de mudança, desenvolvendo-se por meio do trabalho comunitário, com o propósito de servir e empenhados na construção de um mundo melhor (hoje, possível e realizável por nossas próprias mãos).

Mutirão

Nos dois fóruns, parece-me que já foi compreendida a necessidade de fortalecer os laços do Escotismo com aqueles que mais precisam dele, mostrando a relevância do nosso Movimento para desbravar os caminhos que a sociedade atual busca. Ela busca o Norte, nós temos a bússola!

Dentre tantas lições do nosso fundador Baden-Powell, acredito que essa seja bastante apropriada para a reflexão proposta:

Minha montanha (monte Kenya) disse; Olhe com mais amplitude, olhe mais acima; olhe mais longe adiante de ti, e encontrarás o caminho“.

Há um forte elo entre as Diretorias Regionais e os Pioneiros em ação. Afinal, somos todos responsáveis pelo sucesso do Movimento Escoteiro nas próximas décadas. Devemos ter consciência disto e trabalhar para que as novas gerações sejam ainda mais éticas, leais, disciplinadas, respeitosas e responsáveis.

Garantimos, com isso, não a continuidade do Escotismo, mas que estamos criando um mundo melhor.

Anúncios