Tags

, , , , , ,

Estou de volta com a coluna semanal de sexta-feira, com assuntos técnicos do Movimento Escoteiro.

Para quem não me conhece ainda, sou Filipe Monteiro, fiz minha promessa escoteira em 13 de abril de 1997, estou no mesmo Grupo Escoteiro desde 1996, anteriormente a isso fui lobinho por alguns meses em outro Grupo de Porto Alegre.

Imagem

Não sou de comentar assuntos particulares aqui, mas o que ocorre no meu Grupo é o que geralmente me motiva a escrever no blog. Por isso da pergunta título, “Afinal, o que faz o Diretor Técnico?”. Recentemente tive que assumir esta função após quatro ou cinco anos como Adjunto, pois o nosso DT se afastará para navegar em um mar mais amplo. Na atividade de transição, solicitei que listasse as suas atribuições que seriam minhas a partir daquele momento. Como até então eu apenas fazia um papel secundário, com minha opinião e ajuda nas decisões, não sabia certo quais eram todas as suas funções perante o Grupo, diretoria e chefes.

Ao colocar no papel chegamos a algumas poucas atribuições, então resolvi pesquisar para cumprir com meu novo cargo no ME. E notei a importância que este tem para manutenção e crescimento do GE.

Na internet achei uma listagem que achei a mais adequada e vou colar na íntegra a seguir:

Atribuições do Diretor Técnico Grupo

Esboço: Assegurar o bom funcionamento do Grupo Escoteiro e do desenvolvimento do Escotismo no interior do Grupo de acordo com o Propósito, Princípios e Políticas da UEB.

Responsável por: Todos os Chefes de Seção e Assistentes no Grupo Escoteiro. O DT também deve ter uma visão geral das outras funções dentro do Grupo Escoteiro e da Diretoria do Grupo.

Responsável perante: Coordenador do Distrito e do Diretor-Técnico Regional.

Principais Contatos: Os pais / encarregados da formação dos jovens dentro do Grupo Escoteiro, chefes de secção e suas equipes de liderança dentro do Grupo, do Distrito e da Região, Coordenadores Regionais, e os membros da Diretoria.

Nomeação Requisitos: A conquista de insígnia da madeira pode ser relevante para a nomeação.

Principais atribuições do papel do Diretor Técnico:

 

  • Assegurar que o Grupo Escoteiro tem uma adequada equipe de adultos idôneos e capacitados que trabalham eficazmente entre si e com os outros para atender as necessidades do Escotismo na área.
  • Assegurar que todos os adultos sejam adequadamente apoiados, incluindo o incentivo, análise e o seu desenvolvimento.
  • Assegurar que uma programação equilibrada emocionante e desafiadora é aplicada no Grupo Escoteiro e que todos os adultos são apoiados na realização de suas tarefas.
  • Resolver quaisquer problemas técnicos que possam ocorrer dentro do Grupo Escoteiro.

Tarefas adicionais

  • Assegurar que as autorizações e certificados de nomeação são entregues aos adultos no Grupo;
  • Recomendar e apresentar à Diretoria as solicitações de condecorações e recompensas para os membros adultos do Grupo;
  • Assegurar que os procedimentos adequados estão sendo seguidos para que todas as atividades e reuniões do Grupo sejam seguras e sigam as regras da UEB;
  • Realizar reuniões regulares dos adultos da equipe para promover a comunicação, ligações e atividades entre as seções;
  • Participar de reuniões da Diretoria para apresentar os recursos e as necessidades financeiras identificadas pela Chefia para o desenvolvimento das atividades do Grupo
  • Assegurar com a Diretoria que o Grupo Escoteiro é divulgado com publicidade adequada dentro da comunidade local incluindo o estabelecimento de ligações com outras organizações jovens e escolas;
  • Assegurar que todos os Chefes e Assistentes do possam realizar a sua aprendizagem específica e estão mantendo registros adequados do desenvolvimento do seu Plano Pessoal de Formação;
  • Assegurar, com a Diretoria, que a administração, manutenção de registros e comunicação dentro do Grupo aconteça de forma eficaz;
  • Elaborar e aplicar um plano de desenvolvimento que assegure ao Grupo Escoteiro continuar a atender ao potencial de necessidades Escoteiras dentro da sua área;
  • Frequentar as reuniões do Distrito e manter uma comunicação eficaz com o CD, Coordenadores Regionais, Grupos Escoteiros, organizações de jovens locais, associações e qualquer outro grupo de membros da comunidade, cujo apoio possa vir a ajudar o grupo.

O intuito deste post é indagar os leitores e me ajudarem a formar o melhor conceito sobre o papel do Diretor Técnico. Por isso aguardo dezenas de comentários de todas as partes do país.

Imagem

Sempre Alerta Para Servir!

Filipe Monteiro

Anúncios